Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Mais um no lombo. Isto começa a ser estranhamente habitual...

30.08.12publicado por Gato Pardo

 

Como diz um amigo de muitas batalhas, I couldn´t give a bigger flying f*ck...

Mais um ano que passou (é só impressão minha ou isto a partir dos 30 é sempre a aviar?).

Vamos ao resumo habitual de 365 dias da vida felina então...

- Fiz um upgrade ao mau feitio. Em vez de perder tempo a argumentar agora simplesmente manifesto o mesmo. É mais fácil. E mais económico também. Que isto da austeridade é uma porra.

- Fiz uma spring cleaning na minha vida. Não só a alma está mais levezinha como o ambientador a alfazema ajuda a purificar o ambiente.

- Cerca de 18 garrafas de whisky recicladas (sim, porque sou um gato amigo do ambiente. Embora ocasionalmente também funcione a etanol). E devidamente vazias.

- Dediquei-me de tal forma ao aperfeiçoamento das aptidões culinárias que agora já consigo não só proporcionar uma intoxicação alimentar a uma mesa de 8 pessoas como se estiver num dia bom, proporcionar um repasto de qualidade algo duvidosa.

- Apesar das fúteis tentativas, ainda não me saiu o Euromilhões. Senão, estaria na mesma a escrever este post mas numa esplanada sediada na Polinésia Francesa...

- Todos os veículos que conduzi este anos saíram (quase) ilesos das minhas mãos. Pelo menos, que tivesse responsabilidade directa. O facto de uma tipa se ter enfiado na minha traseira (a do carro, entenda-se) porque ia a pintar as unhas não é culpa minha. Possivelmente foi do verniz que a incandiou...

- Escrevi toneladas de coisas que nunca verão a luz do dia. Principalmente porque estão numa gaveta e só escrevo de noite. E ando-me a baldar a pagar a conta da luz.

- Cerca de 198540739 cafés ingeridos. Muitos deles duplos. Sou o protótipo vivo que destrói por completo o argumento da água do Luso quando eles dizem que o ser humano é composto por cerca de 85% de água. Mas vai daí, eu sou tudo menos um ser humano normal.

- Uma placa gráfica derretida, um processador estourado e um disco rígido frito. O meu fornecedor de periféricos informáticos adora-me.

 

35 anos é uma idade simpática. Estou entre a insanidade mental dos 30 e o auge sexual dos 40. O que me torna alguém razoavelmente equilibrado entre a loucura saudável e a depravação. Sounds good...

Existem 3 coisas que desejo manter inalteradas na minha vida.

As pessoas que me rodeiam. Depois da limpeza, acho que finalmente tenho o núcleo duro (hum...duro...) desejado.

O sentido de humor. Se algum dia o perder, god help us all...

A minha forma de estar na vida. Não tenho o mínimo interesse de agradar a todos, não faço qualquer esforço para isso. Devemos ser da forma que nos sentimos bem e não da forma que os outros desejam que sejamos. O que causa uma urticária do caraças a muita gente. E agora para finalizar, vou beber um whisky e dedicar-me a coisas mais mundanas como inspirar fundo. E apreciar a brisa nocturna.